segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Desafio da semana

 “As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na Tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu!” (Sl 19.14)
Ontem,quando já estava para fazer a oração de encerramnto do culto senti algo muito forte em meu coração e decidi compartilhar com os irmãos e lançar um desafio para que até a próxima sexta-feira (será um treino, para nos habituarmos a ser canal de bênçãos), não reclamemos ou murmuremos por nada, mesmo que tenhamos motivos suficientes.
Firmamos este propósito com Deus e vamos nos controlar para não criticar ou julgar quem quer que seja em nossas conversas. Pois  à medida que criticamos, julgamos e falamos mal das pessoas, estamos camuflando nossas falhas.
Precisamos nos esforçar para cumprir a ordem do Senhor de nos encher do Espírito Santo salmodiando, cantando e louvando de coração a Deus, dando sempre graças por tudo. Vamos tentar dizer apenas o que sirva para nossa edificação.
Façamos um balanço de nossas vidas para sabermos se em nossas conversas diárias estamos alegrando ou entristecendo o Espírito Santo. Quando falamos mal dos outros ou murmuramos desagradamos ao Senhor, principalmente para pais que tem o hábito de falar mal das igrejas, dos pastores e dos irmãos na frente dos filhos. Com certeza irão colher péssimo fruto dentro do seu lar, e muitos ainda ficam questionando porque os filhos perderam a vontade de ir para a igreja.
Murmurar é algo muito sério. Quem vive murmurando perde o equilíbrio emocional e culpa as pessoas pelos seus problemas; não tem visão dos propósitos de Deus para si, não consegue ter amigos por muito tempo e o pior de tudo: acha que sempre está certo e todo mundo está errado.
Convido você a entrar em outra dimensão espiritual, e parar de murmurar para desfrutar da presença de Deus em sua vida, não só nos cultos, mas quando tudo parecer não ter mais jeito e você conseguir perguntar para Deus: Senhor o que Estou precisando aprender com esta situação?
Digo-lhe com toda convicção que você desfrutará da presença constante de Espírito Santo em sua vida diária, sem precisar andar atrás de profetas, de shows ou de “AVIVAMENTOS” criados por homens.
Se você quer experimentar uma verdadeira revolução em sua vida, e está disposto a deixar o controle de sua língua debaixo da direção do Espírito Santo, você será um proclamador de bênçãos. Deixe de lado fofoca,s contendas, murmurações e seja um vaso de bênçãos nas mãos do Senhor. Não é impossível, basta deixar que o Espírito de Deus use a sua boca para espalhar boas-novas de salvação, alegria e edificação.       
“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” (I Pe 2.9 )
Você aceita participar deste desafio?
Pra Gemima Gomes

3 comentários:

  1. Eu consegui!!!
    Só acaba amanhã, mas até hoje eu consegui ter dominio sobre a minha boca!
    Graças a Deus

    ResponderExcluir
  2. É... Chegamos lá... Mas como o inimigo atacou... Nossa... Mas Deus é fiel!

    ResponderExcluir